Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

TERRAS DE AGUIAR - PARADA DO CORGO

Esta é a tua terra. Ama-a, estima-a, Respeita-a. Ajuda-a a ter futuro respeitando o seu passado. Não esqueças: Foi nela o teu berço, o dos teus pais, e avós.

TERRAS DE AGUIAR - PARADA DO CORGO

Esta é a tua terra. Ama-a, estima-a, Respeita-a. Ajuda-a a ter futuro respeitando o seu passado. Não esqueças: Foi nela o teu berço, o dos teus pais, e avós.

Em Alfarela de Jales - O Pelourinho

O Pelourinho de Alfarela de Jales (freguesia de Alfarela de Jales, lugar de Alfarela de Jales), datado do século XVI este elemento está classificado como Imóvel de Interesse Público desde 1933.

O primeiro dos quatro degraus do pelourinho está bastante enterrado no pavimento. Todos são de forma quadrada com pouca altura e de aparelho ligeiro. A Plataforma com a altura de oitenta centímetros tem forma de plinto quadrado e possui na base, mais encorpamento. Na parte superior existe um bordo saliente, boleado. Neste elemento pousa o fuste cilíndrico monolítico com a altura de dois metros e vinte centímetros e o diâmetro de trinta centímetros. No topo pousa um ligeiro capitel saliente, liso, seguido de um rebordo mais encorpado e boleado. O remate é composto por um tabuleiro quadrangular que num dos lados tem um escudo das armas de Portugal encimado por uma coroa aberta.

Por peça terminal existe elemento cilíndrico com base de maior diâmetro e com o topo saliente e boleado onde pousa uma pirâmide circular.

No ano de 1953 o pelourinho foi deslocado para sul a fim de dar lugar a um fontanário.

SEGUIR-ME AQUI

Mais sobre mim

imagem de perfil

Posts mais comentados

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D